Calendário de lives da série “NEMED na Escola”

Divulgamos o calendário de lives da série “NEMED na Escola” que terá início no dia 09/07 às 19:00h com o tema “Idade Média Ocidental”, trazendo discussões orientadas pelo Prof. Dr. Carlos Eduardo Zlatic com mediação da Profa. Ma. Thais do Rosário, ambos pesquisadores do Núcleo de Estudos Mediterrânicos (NEMED/UFPR), acerca dos desafios do ensino do Medievo Ocidental a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Segue o link de acesso à live: tiny.cc/nemednaescola1

NEMED NA ESCOLA

O Núcleo de Estudos Mediterrânicos da UFPR está propondo um debate sobre o ensino de História pré-Moderna a partir da BNCC!

Você dá aula para Fundamental ou Médio e quer conversar sobre História Antiga e Medieval? Está com duvidas ou enfrentando problemas para discutir estes temas no âmbito educacional? Envie suas questões para nós!

Receberemos questões e comentários durante toda essa semana e, a partir dessas contribuições, vamos preparar algumas lives discutindo os principais problemas do ensino de História pré-Moderna com base na BNCC.

As questões podem ser enviadas em: tiny.cc/nemednaescola

O NEMED, desde já, agradece a contribuição de vocês!

Fundación para la Historia de España

O Núcleo de Estudos Mediterrânicos da Universidade Federal do Paraná (NEMED/UFPR) divulga a iniciativa da Fundación para la Historia de España de Buenos Aires:

Estimadas y estimados colegas,
¡Los invitamos a conocer las nuevas secciones de la Fundación para la Historia de España! En esta coyuntura especial, encontramos el espacio para reinventarnos y continuar trabajando a través de la virtualidad. Gracias al esfuerzo y compromiso de quienes integramos FHE, una etapa diferente y prometedora se abre para la institución. Este tiempo de confinamiento y aislamiento social nos ha exigido experimentar nuevos métodos de acceso y difusión del conocimiento, en un mundo que se presenta a sí mismo cada vez más cambiante y dinámico. Hoy son otros los paradigmas que nos atraviesan, obligándonos a superar barreras y límites que hasta entonces parecían infranqueables.


¡Pasen y vean! Fundación para la Historia de España 3.0

Diseño: Macarena Portela

NOTA DE REPÚDIO

O Núcleo de Estudos Mediterrânicos, vinculado à Universidade Federal do Paraná, repudia veementemente a invasão da palestra online proferida pelo Prof. Dr. Otávio Luiz Vieira Pinto, pesquisador vinculado a este grupo, cujo tema era a integração entre África e Ásia na Era das Monções (séculos VII – XVI). Ataques como este vem ocorrendo em diversas plataformas acadêmicas que discutem a História da África, evidenciando portanto um caráter ideológico e racista por trás destas disrupções. Este tipo de invasão é um atentado contra o valor fundamental do Núcleo de Estudos Mediterrânicos: a defesa incansável de uma historiografia crítica e comprometida com sua relevância social. A tentativa de calar historiadoras e historiadores é a tentativa de calar o conhecimento e a educação. Isso mostra a importância do trabalho historiográfico sério. Seguimos com convicção em nossas pesquisas e nossa importância. Acima de tudo, seguimos com convicção na defesa irrestrita da Universidade Pública no Brasil.  

Livro “Os herdeiros políticos e suas potencialidades na Península Ibérica medieval”

A condição de nascimento era um importante elemento de distinção social e de exercício do poder ao longo da Idade Média. Nascidos legítima ou ilegitimamente dos reis, a obra pretende analisar quais as potencialidades inerentes aos herdeiros políticos na Península Ibérica medieval.

Organizadores: Profa. Dra. Fátima Regina Fernandes Friguetto/ Prof. Dr. Carlos Eduardo Zlatic

Clique aqui para acessar o site da editora

Livro: “Exílio e exclusão política no mundo antigo: De roma ao reino godo de tolosa (SÉCULOS II A.C. – VI D. C.)”

O estudo sobre o exílio na Antiguidade revela um tema que merece atenção da parte dos especialistas em Ciências Humanas e em particular dos historiadores, na medida em que a sua abordagem encontra-se integrada a um objeto maior de pesquisa que envolve as mobilidades humanas, involuntárias e voluntárias. O livro Exílio e exclusão política no mundo antigo: De Roma ao reino godo de Tolosa (séculos II a. C. – VI d. C.) tem como objetivo analisar o conceito de exílio aplicado na documentação romana das épocas helenística e tardia, envolvendo também a primeira monarquia romano-bárbara estabelecida nos territórios romanos ocidentais, o reino godo de Tolosa (séculos V e VI). Distinto da ideia de fuga, o exílio era uma penalidade legalmente reconhecida, escolhemos como foco de estudo os casos específicos de exílios motivados por causas políticas consideradas como crimes contra as autoridades imperial e régia. Assim, o exílio aparece como autêntico mecanismo de castigo e de exclusão política aplicado aos acusados de cometerem algum ato danoso ao detentor do poder político fosse o imperador, fosse o rei.

Clique aqui para acessar o site da editora.

Livro “As mobilidades e as suas formas na Antiguidade Tardia e na Idade Média”

O livro “As mobilidades e as suas formas na Antiguidade Tardia e na Idade Média” (Organizadores Renan Frighetto, Gilvan Ventura da Silva e Marcella Lopes Guimarães) é resultado do Seminário do mesmo nome realizado em 2017 e que contou com a participação de vários professores vinculados a grupos e núcleos de pesquisa que desenvolvem suas investigações no lapso cronológico estabelecido entre os séculos III e XV.

Clique aqui para acessar o site da editora.

Doutoranda Andréia Rosin, pesquisadora do Núcleo de Estudos Mediterrânicos, realiza Doutorado Sanduíche na Universidade de Bologna, na Itália

A doutoranda do Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná e pesquisadora do Núcleo de Estudos Mediterrânicos (NEMED/UFPR), Andréia Rosin, realiza entre os meses de abril e junho de 2019, Doutorado Sanduíche na Universidade de Bologna, na Itália.

Sob orientação dos professores doutores Valério Lieto Salvatore (Università di Bologna) e Renan Friguetto (Universidade Federal do Paraná), a pesquisa é voltada à Tardo-Antiguidade Cristã no espaço romano, buscando analisar o conceito de Ecclesia mo pensamento do erudito Jerônimo de Stridon (IV-V), especialmente a partir da sua Crônica.